quinta-feira, 22 de outubro de 2009

Produtora comenta próximos filmes da linha 'X-Men'

Lauren Shuler Donner, produtora da série X-Men, voltou a falar sobre os próximos filmes dos mutantes nas telonas. Em entrevista à revista Empire, ela comentou X-Men Origens: Wolverine 2, X-Men: First Class, Deadpool e X-Men Origens: Magneto. Só faltou X-Men 4 e Novos Mutantes. Confira:

WOLVERINE 2


"É o projeto mais adiantado de todos. A história é a que queríamos usar para o primeiro filme, mas [o chefão da Fox] Tom Rothman preferiu começar com uma história de origem. Este filme será focado na relação entre Wolverine e Mariko, a filha de um chefe do crime japonês e o que acontece no Japão. Seguiremos o que foi delineado nos quadrinhos [por Chris Claremont e Frank Miller]. Queríamos um roteirista de primeira e chamamos Chris McQuarrie (Operação Valquíria, Os Suspeitos)".

Donner disse ainda que pretende filmar no Japão pela autenticidade, e espera contar com a ajuda dos executivos japoneses da Fox para que eles não errem na retratação da cultura e costumes locais. "O mais legal é que veremos Wolverine lutando de uma maneira muito diferente da que vimos até hoje", completou, citando samurais, ninjas, katanas e artes marciais como elementos presentes no filme.

X-MEN: FIRST CLASS


"Harry Potter é um exemplo a ser seguido aqui. Mas vamos seguir os Potters mais recentes e sombrios. Não pode ser um filme para crianças - afinal estamos no universo dos X-Men, não dá pra mudar o tom. Mas os quadrinhos de First Class são um pouco mais divertidos que os outros. Às vezes os garotos estarão em em aula, às vezes em aventuras - algo que não agrada muito o Professor X. Mas não há nada mais divertido que crianças baderneiras e o filme estará cheio delas. Pegue Ciclope, por exemplo. Ele é um menino durão que foi de lar adotivo em lar adotivo até que acaba na Mansão X e se torna o líder. Haverá também um elemento de atrito entre os mutantes e o mundo lá fora. Lembre-se que esse filme se passa muito antes do mutantes serem revelados"

DEADPOOL


"Eu quero ignorar a versão de Deadpool que mostramos em Wolverine e começar tudo de novo. Recomeçar. Esse cara é um tagarela, afinal, e mantê-lo sem boca seria estúpido", começou, arrependida.

"Não acho que seja um problema o fato de que Ryan Reynolds tenha sido contratado para ser o Lanterna Verde", continuou, citando Harrison Ford como um exemplo de alguém presente em diversas franquias.

"Será um filme meio sombrio, anárquico e muito engraçado. Mas é uma história difícil de contar, já que não há vilões bem definidos - apesar de termos bons antagonistas dos quadrinhos como Black Tom, Slayback, Cega Al e o Fuinha", seguiu.

A produtora completou informando que está conversando com roteiristas no momento e deve escolher um até novembro.

MAGNETO


"David Goyer escreveu um roteiro brilhante. Ele começa nos campos de concentração e segue Magneto a partir dali. Mas não sei se esse filme será feito. Temos inúmeras possibilidades de histórias pra contar e Magneto não é prioridade. Talvez nos próximos cinco anos, quem sabe? O que posso garantir é que Ian McKellen não viverá o personagem. Para X-Men 3 nós usamos tecnologia para rejuvenescer Ian e Patrick [Stewart] para uma cena, mas foi muito caro. Fazer isso em um filme inteiro seria absurdo financeiramente. E escolher alguém para substituir Ian será bem desafiador", completou.

Stan Lee comenta participação em "Homem de Ferro 2"


Essa semana mostramos uma imagem da nova armadura do Homem de Ferro, com o triângulo no peito, ao invés do círculo brilhante do primeiro filme. Agora surge uma segunda imagem da embalagem de bonecos de Homem de Ferro 2, que revela, no nome do produto, a versão dessa armadura. Trata-se da Mark VI. Veja ao lado e note como ela se parece com a versão Extremis do herói nos quadrinhos.

As Marks I, II e III já são conhecidas do primeiro filme. A Mark IV foi mostrada na Comic-Con. Dessa forma, falta saber qual é a Mark V. Será a do Máquina de Combate? Ou Tony Stark vestirá, de novo, três armaduras?

Enquanto as respostas não chegam, Stan Lee esteve no Scream Awards, onde foi entrevistado em vídeo pelos nossos parceiros do Collider. Ele confirmou sua participação especial em Homem de Ferro 2 como o apresentador de televisão Larry King. "É sempre muito divertido! Eu adoro fazer essas participações! Jon Favreau, o brilhante diretor, chegou pra mim e disse `Stan, quero que você coloque esses suspensórios e esses óculos de aro grosso e você será Larry King`. Ele me disse minhas falas e eu fiz minha parte magnificamente", brincou.

Lee comentou ainda que só não participa dos filmes da Marvel quando eles são filmados muito longe - como foi o caso em Wolverine. "Fiquei muito bravo com o filme do Thor. Sabe? Tem esse personagem aí, Odin, rei dos deuses, e eu achei que era certeza que seria eu. Mas sabe como são as pessoas... elas esquecem das coisas", completou com a irreverência de sempre.

quarta-feira, 21 de outubro de 2009

Animação "Superman/Batman" terá continuação


Satisfeita com o sucesso de Superman/Batman: Inimigos Públicos, animação em DVD e Blu-ray que vendeu 200 mil unidades em sua primeira semana nos EUA, a Warner Bros. planeja a primeira seqüência de sua linha de longas animados.

Não há qualquer informação sobre qual será a trama da sequência ainda, mas se a editora seguir a ordem dos quadrinhos, a história pode ser A Supergirl de Krypton, que reintroduziu a Supergirl no Universo DC e colocou Superman, Batman e a Mulher-Maravilha em uma jornada para resgatar a personagem de Darkseid e treiná-la como uma heroína.

Vale lembrar, porém, que o próximo filme da série será Justice League: Crisis on Two Earths.

"Thor" pode ter Fandral, o Galante



E surgem mais boatos sobre a adaptação para as telas dos quadrinhos de Thor. Depois de Jude Law e Robert De Niro, agora é o ator Dominic Cooper que está sendo cotado para interpretar um dos Três Guerreiros, Fandral, o Galante.

Em entrevista ao Movieline, Cooper carregava consigo páginas do roteiro, e não conseguiu se esquivar... Se não está confirmado no papel, ao menos fez teste ou pesquisa para interpretar o asgardiano. Além de Fandral, os Três Guerreiros são formados ainda por Hogun e Volstagg. Nenhum dos três foi oficialmente escalado ainda.

Por enquanto o elenco é formato por Chris Hemsworth (Thor), Tom Hiddleston (Loki), Natalie Portman (Jane Foster), Brian Blessed (Odin), Jaimie Alexander (Sif), Colm Feore (um vilão) e Stellan Skarsgård.

O épico se estende da Terra nos dias de hoje ao reino de Asgard. No centro da história está Thor, um poderoso mas arrogante guerreiro cujas ações intempestivas despertam uma guerra antiga. Como castigo, Thor é enviado à Terra e forçado a viver entre os mortais.

O longa, dirigido por Kenneth Branagh estreia em 20 de maio de 2011.

Ator desmente boato de "Lanterna Verde"


Durou pouco o boato sobre Jackie Earle Haley como o vilão Sinestro de Lanterna Verde. Questionado por jornalistas durante o tapete vermelho dos prêmios Scream Awards, o ator de Watchmen e A Hora do Pesadelo disse que ouviu pela primeira vez essa história lá mesmo, na entrada da premiação.

Haley informou também que não fez qualquer teste para o papel e que ele não sabe nada a respeito. "Se aparecer alguma coisa, eu informarei vocês", disse. Vale lembrar, porém, que em abril Haley negou que era um dos candidatos a Freddy Krueger... e deu no que deu.

Lanterna Verde vai contar como Hal Jordan (Ryan Reynolds) ganhou seu anel e se tornou o herói do título. O diretor Martin Campbell trabalha em cima do roteiro assinado por Marc Guggenheim, Greg Berlanti e Michael Green. A Warner Bros. lança o filme em junho de 2011.

terça-feira, 20 de outubro de 2009

Homem de Ferro 2: Imagem da nova armadura!


O diretor Jon Favreau voltou a falar de Homem de Ferro 2 à MTV. Depois de falar da conexão com The Avengers, agora ele diz que a importância de Pepper Potts não foi diminuída na continuação.

"Acho que a relação central ainda é entre ela e Tony Stark. Mas nós apresentamos a Viúva Negra e ela tem uma identidade dúbia, então isso afeta tanto o herói quanto a intimidade do homem - como eu acho que toda boa história de super-herói deveria ser", disse Favreau.

Paralelamente, caiu na rede uma nova imagem de bonecos licenciados do segundo filme, e a embalagem mostra mais uma vez o triângulo brilhante no peito da nova versão da armadura Mark, ao invés do círculo. Veja ao lado.

Homem de Ferro 2 estreia em 7 de maio de 2010.

Sam Raimi: De volta ao básico em "Homem-Aranha 4"


Entrevistado pela revista DVD & Blu-ray Review, Sam Raimi, o diretor da série Homem-Aranha, comentou brevemente o quarto filme. O papo foi curto, mas relevante.

"Eu acho que termos tantos vilões no terceiro tirou o foca da experiência. Eu concordo com as críticas", começou, referindo-se às reclamações sobre Homem-Aranha 3.

"Acho que aprendi em Arraste-me Para o Inferno a importância de ir direto ao ponto e ter limitações - e espero aplicar isso, explorar essas novas ferramentas, no meu próximo filme, com um pouco mais de esplendor. Espero que eu não perca esse ângulo mais incisivo que acabo de descobrir. Esse será meu objetivo em Homem-Aranha 4: voltar ao básico", completou.

O filme começa a ser rodado em março do ano que vem, e a estreia acontece em 6 de maio de 2011.

segunda-feira, 19 de outubro de 2009

Novos boatos sobre "Thor"


Surgiram neste fim de semana novos boatos sobre a adaptação para as telas dos quadrinhos de Thor.

Entrevistado pela edição alemã da revista GQ, o ator Matthias Schweighöfer (Operação Valquíria) disse que está disputando uma vaga no filme - e que Jude Law e Robert De Niro estão no elenco.

Não há qualquer informação oficial sobre esses depoimentos ainda. Mas se Schweighöfer estiver mesmo bem-informado, seriam duas adições de peso ao elenco formato por Chris Hemsworth (Thor), Tom Hiddleston (Loki), Natalie Portman (Jane Foster), Brian Blessed (Odin), Jaimie Alexander (Sif), Colm Feore (um vilão) e Stellan Skarsgård.

O épico se estende da Terra nos dias de hoje ao reino de Asgard. No centro da história está Thor, um poderoso mas arrogante guerreiro cujas ações intempestivas despertam uma guerra antiga. Como castigo, Thor é enviado à Terra e forçado a viver entre os mortais.

O longa, dirigido por Kenneth Branagh estreia em 20 de maio de 2011.

Jon Favreau não dirigirá "Vingadores"


O diretor de Homem de Ferro 2, Jon Favreau, falou à MTV sobre as surpresas do filme - e disse que não vai dirigir The Avengers, o filme da superequipe dos Vingadores.

"Eles vão ter que achar uma outra pessoa, porque eu não estarei disponível. Mas como eu devo ser um dos produtores-executivos, certamente vou ajudar a escolher. É difícil. Eu me envolvi muito na criação de um mundo de Homem de Ferro, que é um mundo tecnológico, e com Vingadores entram alguns elementos sobrenaturais, por causa de Thor. Vai ser trabalhoso fazer as duas coisas trabalharem juntas e não corromper o universo que criamos em Homem de Ferro", disse.

Ainda assim, Favreau trabalha para a confluência. "[Depois de Homem de Ferro 2] a Marvel fará Thor e Capitão América, então já devemos começar a insinuar algo em Homem de Ferro 2. Mas é do tipo de coisa que decidimos no último minuto, vai sempre mudando. Se a gente se compromete com isso muito cedo, acaba vazando", diz. Favreau já passou por isso com a cena de Nick Fury pós-créditos do primeiro filme - cercou a cena de segredo, sequer a incluiu nas cópias do longa para a imprensa, e ainda assim ela vazou antes da estreia.

Homem de Ferro 2 chega aos cinemas em 7 de maio de 2010. The Avengers, em 4 de maio de 2012.

HQ de prostituta com superpoderes vai virar filme!


A prestigiada graphic novel de um só episódio The Pro vai ganhar uma adaptação ao cinema.

A história, escrita por Garth Ennis e ilustrada por Amanda Conner e Jimmy Pamiotti, mostra uma prostituta que ganha superpoderes. Os criadores de The Pro tinham a intenção de transformá-la numa série animada para televisão, planos que foram interrompidos devido ao longa-metragem.

Palmiotti publicou recentemento em seu blog que gostaria que a comediante Sarah Silverman interpretasse a personagem-título da HQ, e publicou várias fotos dela, em diferentes poses, provando que a atriz está apta para o papel, tanto fisicamente quanto por seu senso de humor.

O projeto ainda está em desenvolvimento, sem estúdio ou produtores definidos. Nos EUA o quadrinho foi lançado em 2002 pela Image Comics. No Brasil, pela Devir, com o nome A Pró.

sexta-feira, 16 de outubro de 2009

Fãs querem Lagarto como vilão de "Homem-Aranha 4"


Nos últimos dias o Splash Page fez uma pesquisa com seus leitores para determinar quem poderia ser o vilão de Homem-Aranha 4: deu Lagarto em primeiro lugar e Carnificina em segundo. O site foi, então, contar para Sam Raimi.

"Eu adoro o Lagarto. Há uma ótima história ali nos gibis da Marvel sobre o Dr. Connors. Já com o Carnificina não sou muito familiar. Não posso falar mais nada a essa altura", começou.

"O que estamos fazendo no momento é tentar entender a jornada de Peter e encontrar um vilão que seja a contraparte desse crescimento, algo que ele precise superar. A questão é ter um conflito dramático. Todos que os leitores mencionaram na pesquisa [ainda havia Mysterio, Electro, Kraven e Morbius nas primeiras posições] são excelentes personagens."

O filme começa a ser rodado em março do ano que vem, e a estreia acontece em 6 de maio de 2011.

Banda de heavy metal em "Besouro Verde"


O novo anúncio relacionado ao elenco do filme do Besouro Verde trouxe uma novidade inusitada. Segundo o LA Times, a banda de heavy metal Anvil fará uma aparição explosiva no filme, justamente em um clube de rock.

Para aqueles que não conhecem, Anvil fez grande sucesso no início da década de 1980. Atualmente a banda está trabalhando em seu retorno.

Michel Gondry dirige o filme, que conta com roteiro escrito por Seth Rogen e Evan Goldberg. Jay Chou vive Kato, o fiel escudeiro do protagonista, vivido por Rogen. Cameron Diaz é o interesse romântico do herói e Christoph Waltz vive o vilão principal. O elenco conta também com Edward James Olmos, David Harbour e Tom Wilkinson.

O filme estreia nos EUA em 17 de dezembro de 2010. Como essa nova data foi marcada recentemente, ainda não há previsão no Brasil.

O Besouro Verde surgiu em uma série de rádio no ano de 1936, criado por George W. Trendle e Fran Striker. Seu sucesso logo alcançou outras mídias, como quadrinhos e TV. No Brasil é mais lembrado pelo seriado dos anos 60, onde era interpretado por Van Williams, acompanhado por Bruce Lee no papel de seu parceiro Kato.

O nome verdadeiro do Besouro é Britt Reid, rico editor que se torna super-herói nas noites para combater o crime. Tendo os mesmos criadores do Cavaleiro Solitário, o Besouro Verde partilha também um parentesco com ele, sendo seu sobrinho-neto.

HQ ''Freenemy of the State'' terá filme


A Universal Pictures e a Imagine Entertainment adquiriram os direitos cinematográficos da HQ Frenemy of the State, criada pela atriz Rashida Jones, que escreverá o script com Will McCormack. Brian Grazer e Eric Gitter serão os produtores.

A aventura gira em torno de uma nova rica que trabalha disfarçada para a CIA. Jones co-escreveu a HQ original, publicada pela Oni Press, em parceria com Nunzio DeFilippis, Christina Weir e Jeff Wamester.

quinta-feira, 15 de outubro de 2009

''World of Warcraft'': diretor anuncia roteirista


A MTV americana anunciou que o diretor Sam Raimi, que dirigirá a versão de World of Warcraft para os cinemas, em uma entrevista por telefone, declarou que quem escreverá os roteiros do filme será Robert Rodat, responsável por ter roteirizado O Resgate do Soldado Ryan, O Patriota, entre outros.

Raimi diz, entre outras coisas, que “o objetivo é adaptar o jogo, em vez de uma história previamente concebida a respeito desse mundo. Queremos ser realmente fieis ao jogo. Gostaremos de ter Robert Rodat escrevendo o roteiro para que seja mais uma aventura do mundo de Warcraft e não uma mera adaptação".

Sam Raimi pretende iniciar o projeto logo após terminar as filmagens de Homem-Aranha 4.

World of Warcraft é um jogo de RPG online para múltiplos jogadores, lançado em 2004. É o quarto jogo de uma série iniciada em 1994 pela Blizzard Entertainment, baseado no universo de Warcraft. O jogo se passa no mundo de Azeroth, quatro anos após os eventos de Warcraft III: The Frozen Throne. A primeira expansão de WoW, The Burning Crusade, bateu recordes, com 2,4 milhões de cópias vendidas no primeiro dia e aproximadamente 3,5 milhões no primeiro mês. A saga, além de sucesso nos games, tem mangás e quadrinhos americanos.

"Smallville": Homem dos Brinquedos volta em 'Echo'

video

TOYMAN RETORNA E DEIXA OLIVER REFÉM - Tess Mercer (Cassidy Freeman) força Oliver Queen (Justin Hartley) a ir para uma festa de gala das Indústrias Queen, mas as coisas dão errado quando Toyman (ator convidado Chris Gautheir) aparece com uma bomba e um plano para se vingar de Oliver. O Toyman diz a Oliver que ele deve confessar o assassinato de Lex Luthor ou ele irá explodir o lugar. Enquanto isso, como parte de seu treinamento, Jor-El dá para Clark (Tom Welling) a habilidade de ouvir os pensamentos das outras pessoas. Allison Mack e Erica Durance também estrelam. Wayne Rose dirigiu o episódio escrito por Bryan Q. Miller.

"Echo" vai ao ar na rede The CW na próxima sexta, dia 16 de outubro. O ano nove da série começou nos EUA no dia 25 de setembro, no canal CW. No Brasil, a série vai ao ar, na TV a cabo, pelo Warner Chanel e recomeça dia 27 de outubro, às 22h.

A oitava temporada em DVD acaba de ser lançada (eu já comprei, e você?)

quarta-feira, 14 de outubro de 2009

Bryan Singer ainda cogita retornar a ''X-Men''


Bryan Singer voltou a dizer que está interessado em retornar à franquia X-Men. O cineasta revelou durante um debate em um festival de cinema sul-coreano que inclusive já começou a conversar com a 20th Century Fox a respeito.

"Eu estou considerando voltar. Estou conversando com a Fox sobre isso. Eu adoro Hugh Jackman e o elenco", disse. O diretor comentou ainda que aprecia a franquia e o gênero pois ela o permite discutir tolerância e estrutura social de uma maneira divertida. "O mais empolgante de ficção científica e fantasia é que se a história for boa permite discutir esses temas".

Outro momento interessante do debate foi o comentário de Singer sobre a liberdade criativa que os diretores sul-coreanos usufruem. Diferente de Hollywood, onde o estúdio tem o direito de vetar e mexer na montagem final dos filmes, no país asiático os cineastas é que mandam nos filmes. "Os orçamentos em Hollywood são altos demais e o risco de deixar o filme totalmente nas mãos do diretor é equivalente. Minha responsabilidade é em parte ajudar os estúdios a se sentirem seguros com seus investimentos", completou.

Além de X-Men Origens: Wolverine 2 (sequência do sucesso deste ano), a Fox tem entre seus planos para a franquia mutante X-Men: First Class (sobre a juventude da equipe clássica), X-Men 4 (pegando de onde parou o terceiro filme), Novos Mutantes (apresentando uma nova turma de alunos) e X-Men Origens: Magneto (sobre o passado do vilão). Singer pode estar conversando sobre assumir qualquer um desses projetos.

"Gravel" vai virar filme


O Hollywood Reporter revelou que a HQ Gravel, de Warren Ellis e Mike Wolfer, vai virar um filme pela Legendary Pictures. Ellis cuidará da produção e dos roteiros da adaptação cinematográfica.

Willian Gravel é um soldado e mago que, além de trabalhar para o serviço secreto britânico, pega casos “por fora” para complementar a sua renda e ter mais dinheiro para a cerveja. Ele é um cara simples que só quer ser deixado em paz, infelizmente ele vive em um mundo complicado e em guerra.

O primeiro arco de histórias trata da ligação de Gravel com um grupo conhecido como Major Seven, que são os reis e rainhas do mundo da magia na Inglaterra. A ligação deste grupo com a população é um outro grupo chamado Minor Seven. Gravel já foi um membro do Minor Seven, mas ao voltar de uma missão no Afeganistão ele descobre que foi excluído do grupo. Para piorar, o novo membro levou para eles o Manuscrito Sigsand, um artefato mágico de grande poder. Mas Gravel vai “ter uma palavrinha” com esse novo membro. E depois ele vai "conversar" com os outros seis.

Não se sabe se o filme tomará o mesmo caminho, mas devido ao envolvimento de Ellis, acredita-se que sim. Gravel é lançado nos EUA pela Avatar Press.

terça-feira, 13 de outubro de 2009

Sam Raimi comenta início das filmagens de ''Homem-Aranha 4''


Sam Raimi, diretor de todos os filmes de Homem-Aranha até aqui, revelou que pretende começar as filmagens do quarto longa da série em março de 2010.

O cineasta informou também, em entrevista à matriz da MTV, que Gary Ross atualmente reescreve o texto do filme com base em suas observações. Além disso, disse que o especialista em efeitos especiais Scott Stokdyk voltará - assinando pela quarta vez a supervisão de efeitos - e a equipe de designers de produção ocupa-se neste momento da criação de cenários e ambientes.

Sobre o elenco, Raimi comentou que não há novidades além de Kirsten Dunst (Mary Jane) e Tobey Maguire (Peter Parker).

O longa será, assim como seus antecessores, lançado simultaneamente em salas normais e em cinemas IMAX em 6 de maio de 2011.

segunda-feira, 12 de outubro de 2009

Ator afirma que só fará "Wolverine 2" se gostar do roteiro

Hugh Jackman continua sua turnê de divulgação de X-Men Origens: Wolverine. Principalmente agora que o filme está prestes a ser lançado em DVD / Blu-ray. Essa semana ele esteve em um programa da CBS e falou sobre a sequência, que será ambientada no Japão, com base na minissérie de Chris Claremont e Frank Miller.

"Desde que comecei a me envolver e ler os quadrinhos, a saga do Japão é a história que quando eu vi logo pensei 'Isso dá um filme!'", disse o ator. "Ela é bonita, diferente, fantástica. E até agora nós já fizemos quatro filme e ainda não contamos essa história, então agora eu estou trabalhando nesse roteiro. Se sair do jeito que eu imaginei, eu vou fazê-lo."

E mesmo dizendo que se diverte muito, Jackman disse que não vai continuar fazendo o papel do mutante canadense para sempre. "Eu sempre digo que não vou fazer mais nenhum, pelo menos até eu ler o roteiro. Ele tem que ter aquele algo a mais. E no mundo dos super-heróis e deste gênero de filmes, Wolverine é de longe o mais interessante", completou o ator, para logo em seguida soltar a piadinha: "Só esse filme e mais onze, daí eu paro!"

Dupla de roteiristas não volta para ''Transformers 3''


Em seu site oficial, o produtor Don Murphy confirmou que Roberto Orci e Alex Kurtzman (Star Trek) não voltarão para Transformers 3. O roteiro da terceira aventura está, como Michael Bay já havia adiantado, nas mãos de Ehren Kruger (Sangue e Chocolate, O Chamado).

“É hora de sangue novo!", disse Orci. “A principal razão da nossa partida é porque não gostamos de correr o risco de ficarmos confortáveis demais. Se você cantar a mesma música tempo demais, você perde a chance de cantar novas canções", completou o roteirista.

Vale lembrar que Orci e Kurtzman trabalharam sozinhos no roteiro do ótimo primeiro filme - a partir de roteiro dos dois e John Rogers. Para a sequência, Kruger entrou para auxiliar a dupla - e boa parte daquele humor infantil que gerou desprezo da crítica pelo filme é atribuído a ele, lembra o site SlashFilm. O próprio Orci comentou um post de leitor no fórum de Don Murphy a esse respeito. O fã comentou próximo da estreia que muita gente não estava levando os filhos para ver A Vingança dos Derrotados por conta desse tipo de humor. "Eu não os culpo", respondeu o roteirista.

Com o resultado avassalador do filme nas bilheterias (832 milhões de dólares mundialmente, o terceiro maior filme do ano), porém, parece seguro apostar em mais robôs, mais ação e mais desse humor questionável.

Michael Bay já está trabalhando em Transformers 3, que estreia em 1º de julho de 2011.

sexta-feira, 9 de outubro de 2009

Novo DVD de ''Super Amigos'' no Brasil


Hoje a Warner Home Vídeo lança oficialmente em nosso país o DVD Super Amigos: Episódios Perdidos, composto por dois discos com áudio e legendas em português e inglês.

No DVD duplo estão os episódios finais da série animada Super Amigos, que teve diversas encarnações com o passar dos anos. Os episódios em questão foram produzidos após o cancelamento oficial do desenho, acabando por serem exibidos posteriormente como parte de outro programa: The Superman/Batman Adventures.

Cada disco contém os episódios:

Disco 01
A Vingança de Mxyzptik
A Montanha russa
Era uma vez uma espirito
A Sindrome de Krypton
Invasão dos bonecos espaciais
Terror no Titanic
A Vigança do destino
A Vida por um fio
Dia dos Dinossauros
O Playground fatal
Corredores espaciais
O Recrutador

Disco 02
Os pervertidos
Dois gleeks também é demais
Bulgor o beemonte
Prisioneiro do sono
Um tesouro inesperado
O planeta malusia
Retorno dos fantasmas
Bravo para você
Superclones
Ataque dos gatos
Um pequeno passo para super-homem
Vitima dos vídeos

O preço sugerido é de R$ 34,90. Infelizmente, no Brasil foram lançadas poucas temporadas da animação. Resta torcer para que algum dia a Warner coloque em ordem nossas coleções.

[Especial] Piolhices & Afins: Gizz de Feetal



LOBO PG-13 ??

(Artigo escrito por Rodrigo Monteiro/Omelete)

Setembro foi um mês bastante agitado na indústria dos quadrinhos. Primeiro, a Marvel anunciou sua compra pela Disney; logo depois – e mesmo dizendo que não estava muito preocupada com as atividades da concorrente – a Warner anunciou a criação da DC Entertainment que, até o momento, não disse muito a que veio. Rebaixaram o Paul Levitz, que passou de chefão da editora para consultor e roteirista freelancer o que, para mim, soa muito como um prêmio de consolação. Algo do tipo “você deu seu sangue, tomou algumas decisões arriscadas que, bem ou mal, mudaram a cara da indústria mas, nos últimos anos, a DC anda muito mal das pernas – em termos criativos – e, como a Disney acabou de comprar a Marvel, nós, da Warner, que já estamos comendo muita poeira da concorrente, precisamos de uma notícia quase tão grande quanto essa pra avisar aos investidores e leitores que ainda estamos aqui. Como o setor de gibis da empresa é o que chama menos a atenção – só serve para controlarmos os filmes baseados em quadrinhos que levamos ou não às telas – sinto muito, mas o senhor terá que sair. Em respeito aos seus anos de dedicação, no entanto, criaremos um cargo para que possa continuar trabalhando conosco, como consultor (mas não espere ser consultado em qualquer questão realmente importante). A propósito, chegou aos nossos ouvidos que há décadas você também foi escritor de quadrinhos. Assim sendo, caso o queira, arrumaremos um espaço para que possa voltar a escrever. Quem sabe não lhe damos um título para escrever daqui a algum tempo? Não se magoe, Paul. Você sabe como são as coisas, não é nada pessoal, apenas negócios”.

Paul Levitz se vai e Dan Didio – o cara que conseguiu autorizar Grant Morrisson a matar Bruce Wayne nada menos do que duas vezes no mesmo ano, e que já disse que os boatos sobre a morte do Morcegão são exagerados, preparando a volta dele pro ano que vem – continua. Vai entender....

No entanto, por incrível que pareça, o que mais me chamou a atenção no meio desses grandes acontecimentos foi uma notinha de rodapé que quase passou desapercebida pela maioria das pessoas. O produtor Joel Silver finalmente conseguiu luz verde para levar o caçador de recompensas mais tresloucado, violento, desbocado, sem noção e, por tudo isso, divertido dos quadrinhos da DC para o cinema. Depois de anos na geladeira, Lobo finalmente terá sua chance na tela grande. Aí podemos pensar: legal, depois do banho de água fria que foi Superman - O Retorno – em termos financeiros - seguido do sucesso estrondoso de Batman: O Cavaleiro das Trevas, a DC deve ter aprendido uma lição que a concorrente aprendeu há alguns anos: quanto mais fiel o filme ao material de origem, mais chance de ele obter sucesso nas bilheterias. Watchmen pode ter ido contra essa teoria, em termos mercadológicos, mas ele não conta. É um filme longo, complicado e difícil de ser todo digerido de uma vez só, o que reflete muito a complexidade de seu material original. A minissérie de Alan Moore e Dave Gibbons é uma das obras mais complexas da literatura moderna. A cada leitura, descobrimos coisas escondidas ali que não havíamos notado antes. Acredito que Watchmen (o filme) vai acabar se tornando uma daquelas obras cult, desvalorizadas em sua própria época, mas apreciada e respeitada como deveria em um futuro não muito distante.

De qualquer maneira, voltando ao filme do Lobo, minha empolgação pela chance de ver o Maioral em carne e osso pela segunda vez – a primeira foi no fanfilm Lobo: A Paramilitary Christmas – recebeu dois baldes de água fria logo de cara. O primeiro veio com a declaração de Joel Silver de que o filme teria um roteiro que permitisse uma classificação PG-13, ou seja, um filme que toda a família poderia ver. Isso significa: adeus palavrões (exceto os inventados, como “ranho de Feetal na grelha” e o famoso “Gizz de Feetal”), adeus violência gratuita e sem noção, adeus piadas politicamente incorretas e, finalmente, adeus diversão. E depois veio o anúncio que o superestimado Guy Ritchie – que há anos não faz nada de relevante, exceto ter se casado e se divorciado da Madonna – assumiria a direção. Particularmente, nada contra o sujeito mas, sei lá, esperaria alguém menos badalado pro posto (e que ele cale minha boca com seu Sherlock Holmes). Mas o pior ainda estava por vir e veio quando soltaram uma pré-sinopse do filme e que publicamos aqui no Omelete. Sente o drama: “Na história do filme, Lobo chega à Terra com sua moto atrás de quatro fugitivos, que começam a quebrar tudo por aqui. Para ajudar (ou atrapalhar) em sua caçada, Lobo se alia a uma adolescente de cidadezinha dos EUA”. Lobo e uma adolescente em busca de fugitivos? Se tivesse um “Esse cara casca grossa e muito durão veio à Terra para perseguir uma galerinha do mal e, agora, com a ajuda de uma menina muito esperta, essa dupla do barulho vai se meter nas maiores aventuras e confusões” seria a descrição ideal para um filme (ruim) da Sessão da Tarde.

Não me interpretem erroneamente. Eu nunca diria que um filme do Lobo deveria ser dirigido por um Kenneth Branagh e com protagonistas versados em Shakespeare, claro que não. O problema, puro e simples, é que um filme do Lobo PG-13, sem sangue e violência sem sentido, não é um filme do Lobo. Seria a mesma coisa que... Sei lá, fazer um filme da Mulher-Gato onde a protagonista não se chamasse Selina Kyle, mas Patience Phillips e que, ao invés de ser uma ladra sem poderes com habilidades atléticas extraordinárias, tivesse morrido e sido ressuscitada por um deus gato egípcio que lhe concedesse poderes sobrenaturais ou algo assim. Que os executivos de Hollywood não me ouçam...

Esse assunto já foi discutido em nossa comunidade no Orkut (eles te aceitam desde que seu perfil no Orkut não seja “falso”) e foi dito que um filme do Lobo nessas condições poderia funcionar, já que ambos os filmes que reiniciaram a franquia Batman eram PG-13 e fizeram bastante sucesso, tanto de crítica quanto de público. A comparação, ainda que válida, é descabida. Afinal, as únicas coisas que Lobo e Batman partilham em comum são os fatos de ambos serem personagens de quadrinhos pertencentes à mesma companhia. Qualquer outra semelhança – se é que existe alguma – é pura coincidência.

Batman funciona em um PG-13 pelo fato de ser um dos personagens mais versáteis e tridimensionais dos quadrinhos. Batman possui muitas faces e não falo apenas do fato de possuir uma identidade secreta (Bruce Wayne). Batman funciona em diversos cenários. Ele funciona como um detetive; como espião infiltrado no submundo ou no exército inimigo; como cientista inventando um aparelho que explore as maiores fraquezas de seu inimigo; como uma lenda urbana, protegendo os cidadãos de Gotham de seus insanos vilões; finalmente, Batman funciona no papel do super-herói sem poderes que acaba sendo o fator de desequilíbrio a favor das forças do bem (por mais piegas que essa frase pareça) quando atua ao lado da Liga da Justiça. Escritores como Denny O’Neil, Frank Miller, Mark Waid, Grant Morrison, Chuck Dixon e outros exploraram, com sucesso, cada uma dessas facetas. Por isso, um filme PG-13 do Batman, com violência velada e quase nenhuma gota de sangue na tela, funciona.

O Lobo, por outro lado, é um dos personagens mais unidimensionais dos quadrinhos e, por incrível que pareça, isso é o que o torna mais atraente. Lobo é bastante simples. Ele procura diversão, ainda que seu conceito do que é divertido seja bastante distorcido. Ele quer saber de matar, beber, matar, farrear e matar, não necessariamente nessa ordem. A violência presente em seus gibis é algo quase que invariavelmente divertido. Ela é tão exagerada que não tem nem mesmo aquele fator de risco de as crianças que lêem seus gibis – se é que algum pai em sã consciência deixa seu filho ler um gibi do Lobo – quererem repetir seus feitos. Essa violência tão gráfica e tão sem noção e limites está mais para os desenhos dos Tiny Toons do que pro noticiário local. Por isso é tão divertida, engraçada e, em última instância, escapista. E é isso o que torna Lobo um personagem atraente, ainda que considerado quase cult, dada a falta de atenção que a DC reservou a ele na última década e meia.

Um filme do Lobo só funcionaria se fosse feito respeitando suas origens, ou seja, com um orçamento não tão inchado, protagonistas desconhecidos e uma dose de violência e incorreção política que fizesse qualquer pessoa mais puritana corar. Que fosse um trash movie com todo o charme que eles podem ter. (Por “charme” entenda gore, palavrões e nudez). Mas é claro que a Warner não se arriscaria a produzir algo assim. Afinal o Lobo é um personagem de quadrinhos e todos sabemos que quadrinhos são para crianças.

Um PG-13 do Lobo tem tudo para afundar tanto quanto um Wolverine: Origens. Exceto que, pelo fato de o Lobo ser um ilustre desconhecido, seus resultados nas bilheterias talvez fossem tão inexpressivos quanto o filme da Mulher-Gato que sugeri parágrafos acima.

"Flash" passa por reformulações e perde produtor


Com a reestruturação da DC Entertainment os filmes baseados nos personagens do Universo DC - exceto Lanterna Verde, que já estava em produção - foram todos paralisados. A nova administração, comandada pela recém-promovida presidente Diane Nelson, pretende repensar os projetos, buscando a criação de franquias correlacionadas.

Entrevistado pelo IGN, o produtor de Batman - O Cavaleiro das Trevas, Charles Roven, falou sobre um desses projetos, o filme do velocista Flash.

"Eu estava envolvido com The Flash, mas a Warner Bros. me procurou e disse que o trabalho que estávamos fazendo não havia resultado em algo que pudesse receber o sinal verde como um filme. Falaram também que estão buscando filmes que levem em conta o universo DC como um todo, então gostariam de cancelar o meu filme. Isso não significa que futuramente eu não possa fazer parte dele", disse o produtor, que admitiu que realmente o projeto não estava chegando a lugar algum. "Entendo completamente. Trabalho com a Warner há quinze anos, então tudo bem. Mas espero que um dia eu retorne ao filme", concluiu.

A informação, porém, é um pouco diferente da que ouvimos há um mês, quando nasceu a DC Entertainment. Na época, foi comentado que Jeff Robinov, presidente da Warner Bros Pictures, teria procurado produtores como Roven, Joel Silver e Akiva Goldsman para dizer que filmes como The Flash e Mulher Maravilha estavam de volta à pauta - mas os envolvidos deveriam abrir mão de acordos abonados para que esses projetos voltassem a ser desenvolvidos. Aparentemente, Roven não aceitou.

Boatos envolvem Beyoncé em "Mulher-Maravilha"


[Mas não há motivo para alarde... a fonte da notícia é extremamente suspeita!]

O inexpressivo site ComicBookMovie publicou ontem que "esteve em uma coletiva de imprensa" com a cantora e atriz Beyoncé, em que ela comentou seu próximos projetos e citou Mulher Maravilha como um dos filmes em que está confirmada para atuar.

"Ela disse que tem reuniões com os roteiristas e diretor em alguns meses e que as coisas começarão na metade de 2010 para lançamento no final de 2011. Ela disse também que os roteiristas são
Stuart Beatti [o correto é Stuart Beattie] e David Elliot, os caras que escreveram GI Joe: A Origem de Cobra, e que o diretor é John Moore, que dirigiu Max Payne", informou o site.

Não conseguimos localizar qualquer coletiva de imprensa que tenha acontecido ontem com a cantora - e duvidamos que um site como o ComicBookMovie, mesmo que tivesse sido convidado para tal evento, conseguisse ser o primeiro a divulgar uma notícia como essa sozinho, sem qualquer confirmação de outros veículos maiores. Uma tentativa de gerar audiência fácil é muito mais provável. Considere esta notícia, portanto, mero controle de boato.

Vale lembrar que Beyoncé manifestou-se interessada no filme em novembro passado. "Uma Mulher-Maravilha negra seria uma coisa poderosa. Já está na hora de isso acontecer, não está?", comentou.

Oficialmente, Mulher Maravilha está entre os filmes que estão sendo revistos dentro da nova DC Entertainment e não tem diretor, roteirista ou mesmo produtor, já que Joel Silver - responsável há anos pelo projeto - também está renegociando sua participação na adaptação.

"Cla$$War" vai virar filme


A produtora Mandeville Filmes, responsável pelo recente Substitutos (The Surrogates), está desenvolvendo uma adaptação para o cinema de Cla$$War, minissérie em seis edições que foi o carro-chefe da editora britânica Com.X.

Rick Alexander, David Hoberman e Todd Lieberman estão produzindo o filme e a editora deve anunciar algumas novidades em breve.

Cla$$war foi criada pelo escritor Rob Williams, ao lado dos artistas Trevor Hairsine e Travel Foreman. A história, um thriller político com super-heróis, lida com supersoldados desenvolvidos pelo governo e com a reação do herói conhecido como The American quando ele descobre a verdade.

O lançamento inicial de Cla$$War, em 2002, foi recebido com grande entusiasmo pela comunidade quadrinhística, mas os atrasos e problemas com artistas (tanto Trevor Hairsine quanto Cary Nord e Travel Foreman foram contratados pela Marvel) minaram as potencialidades do título.

Diretor volta a discutir suas idéias para Superman


Já faz tempo que James McTeigue, o diretor de V de Vingança e Ninja Assassino, fala pra quem quiser ouvir que está interessado em assumir o próximo filme do Superman.

Agora, em entrevista ao FirstShowing, o diretor voltou a comentar o assunto. "Pode haver alguma verdade nesse boatos... eu tive algumas discussões a respeito, com os Wachowski também, mas a franquia Superman está passando por um momento complicado. Eu acho que eles ainda estão tentando entender como fazer", disse.

"Acho que seria interessante fazê-lo se eles me deixassem fazer o que eu gostaria. Acredito que as ideias da sociedade sobre Superman mudaram, ele precisa de alguma mudança, considerando o último filme, que usou muito do que Richard Donner fez", seguiu. "E não me refiro a fazer o Superman sombrio que todo mundo está falando, não é isso... acho que a mitologia dele tem algumas coisas que as pessoas realmente gostariam de ver. Gostaria de pegar o mundo dele e mudá-lo um pouco, projetá-lo um pouco no futuro até. Acho que a história de origem não é mais necessária. Tem um monte de coisas que poderiamos usar que tornariam a série viva e empolgante de novo", completou, mudando o discurso de alguns meses atrás sobre querer um herói sombrio.

Enquanto isso, oficialmente, a nova presidente da DC Entertainment, Diane Nelson, diz apenas que "ainda não temos planos estabelecidos para Superman", ainda que o recente processo judicial estipule que o estúdio tem que começar a produzir um novo filme do Homem de Aço até 2011.

quinta-feira, 8 de outubro de 2009

Ryan Reynolds comenta "Lanterna Verde" e "Deadpool"


OBS: Antes de mais nada, não se assuste com a foto aí ao lado. É só montagem feita por um fã!!!

Ryan Reynolds apareceu no programa Late Night With Jimmy Fallon, onde revelou alguns detalhes sobre Lanterna Verde e Deadpool - as duas adaptações de quadrinhos ao cinema em que ele está envolvido, a da DC Comics e a da concorrente Marvel.

"As filmagens de Lanterna começarão dentro de 4 ou 5 meses", confirmou. "Mas não posso falar mais nada. É uma loucura. É o primeiro trabalho da vida vida sobre o qual não posso comentar coisa alguma. Eu tenho certeza que pessoas da Warner Bros me seguem por aí e se eu abrir a boca eles me matam com um dardo. Ou me implantaram um chip - se eu começar a falar, desmaio", brincou o ator.

Reynolds também mencionou brevemente que, apesar de ter conseguido o papel principal de Lanterna Verde, ele continua no elenco de Deadpool, em que viverá novamente Wade Wilson, como fez em X-Men Origens: Wolverine. A Fox segue trabalhando no roteiro - ainda que o escritor não tenha sido anunciado ainda - e buscando um diretor para o filme da Marvel.

Stellan Skarsgård de volta ao filme de Thor


Em março, comentou-se que Stellan Skarsgård (Anjos e Demônios, O Exorcista: O Início, Piratas do Caribe 1 e 2,) poderia viver Odin, o pai do Deus do Trovão, na adaptação para as telas dos quadrinhos de Thor. Os boatos surgiram em parte por Alexander Skarsgård, filho do ator, era um dos candidatos ao papel-título.

Chris Hemsworth, no entanto, acabou sendo contratado como Thor e o inglês barbudo Brian Blessed ficou com o papel de Odin. Mas Skarsgård parece não ter sido esquecido pelo diretor Kenneth Branagh...

O site sueco Ystads Allehanda garante que Skarsgård foi contratado para o filme, em um papel não especificado. O ator até comentou seu novo trabalho. "Eles queriam que eu assinasse o contrato sem ler o roteiro. Quando eu recusei, me mandaram um arquivo tão secreto que só permitia a impressão de uma cópia", explicou, sem dar qualquer pista..

Ele se junta a Tom Hiddleston (Loki), Natalie Portman (Jane Foster), Jaimie Alexander (Sif) e Colm Feore (um vilão), além de Blessed e Hemsworth. O épico se estende da Terra nos dias de hoje ao reino de Asgard. No centro da história está Thor, um poderoso mas arrogante guerreiro cujas ações intempestivas despertam uma guerra antiga. Como castigo, Thor é enviado à Terra e forçado a viver entre os mortais.

O longa estreia em 20 de maio de 2011.

Tony Stark em nova imagem de ''Homem de Ferro 2''

Uma nova imagem de Homem de Ferro 2 foi divulgada. Ela mostra Tony Stark (Robert Downey Jr.) de armadura na lanchonete onde se encontrará com Nick Fury (Samuel L. Jackson). Confira abaixo.



Homem de Ferro 2 estreia em 7 de maio de 2010.

quarta-feira, 7 de outubro de 2009

1º Trailer da série de TV revela novo "Fantasma"!


Foi revelado o primeiro trailer da minissérie em duas partes do Fantasma produzida pelo canal SyFy. Clique aqui para conferir.

CLIQUE abiaxo para assistir:
http://www.youtube.com/watch?v=X74WvxfvyM4

O roteiro é de Daniel Knauf (do seriado Carnivale) e de seu filho Charles Knauf. Ryan Carnes vive o personagem principal, o relutante 22º Fantasma, que desconhecia a tradição heróica de sua família e se vê subitamente envolvido com o treinamento exigido pelo posto e com o combate ao crime após receber a notícia da morte de seu verdadeiro pai, o qual nunca conheceu.

O trailer apresenta boas cenas de ação, uma ambientação interessante, mas desanima ao mostrar o uniforme vestido pelo personagem, que você vê também na figura ao lado. Pelo menos há um rápido deslumbre da vestimenta clássica do Fantasma. Como a ideia sempre foi usar essa minissérie como uma espécie de episódio-piloto, podemos ainda nutrir esperanças de que o uniforme real do herói seja adotado se de fato for aprovada a produção de um seriado.

Lee Falk criou o Fantasma após o sucesso do Mandrake. O personagem foi o primeiro super-herói a usar um uniforme, composto por uma máscara preta e um colante roxo. Ao contrário de outros super-heróis, ele não tem superpoderes, apenas habilidade física e perícia com armas. Nas florestas de Bengala onde atua, o herói é tido como imortal e indestrutível, mas na verdade, vários membros da mesma família assumem sua identidade.

O Fantasma tem dois anéis: um com a marca do bem, que aplica nas pessoas que quer proteger, e o outro com a marca da caveira, que usa para marcar criminosos. Anda sempre na companhia do lobo Capeto, do cavalo Herói e, ocasionalmente, de um falcão treinado chamado Fraka. Em 1978, ele casou com Diana Palmer, com quem teve os gêmeos Kit e Heloise.

O personagem ganhou uma versão cinematográfica em 1996, estrelada por Billy Zane, além participar de duas séries animadas (Defensores da Terra e Fantasma 2040) e protagonizar um seriado para os cinemas nos anos 40.

David Goyer fala sobre ''Motoqueiro Fantasma 2''


Os colunistas do Collider conversaram com David Goyer, coroteirista de Batman Begins e produtor/roteirista da trilogia Blade, que foi recentemente confirmado em Motoqueiro Fantasma 2. Na breve entrevista, ele comenta o tom do filme e as mudanças que deverão ser realizadas em seu roteiro, pronto há quase 10 anos.

"Eu escrevi um roteiro para Motoqueiro Fantasma há 9 anos", disse Goyer. "Mas a Sony e os produtores decidiram que aquela história seria uma boa sequência, então agora trabalharei como produtor e vamos apenas dar uma polida no texto. Não tem muito o que fazer, o que é bom. É bom ver que essa trama voltou depois de quase uma década".

Em relação ao tom do filme, Goyer confirmou que ele foi escrito como um projeto de censura 18 anos, bem mais violento que o longa de 2007 (que pegou censura 13 anos). "Era algo na linha de Blade, mas agora temos que mexer para que ele pegue censura 13 anos. Dito isso, não podemos esquecer que Batman - O Cavaleiro das Trevas é um filme 13 anos, mas que testou os limites dessa classificação. Queremos obter algo assim. Obviamente vamos ter que amainar algumas cenas, mas nem tantas assim", completou.

Fonte: Omelete

terça-feira, 6 de outubro de 2009

Atrizes falam sobre ''Homem de Ferro 2''

O Entertainment Tonight publicou as entrevistas completas que fez no set de Homem de Ferro 2 com Gwyneth Paltrow (Pepper Potts) e Scarlett Johansson (Natasha Romanoff / Viúva Negra).


Há pouca coisa de interesse nos vídeos, mas entre conversas sobre família e clima no set, Paltrow comentou que "a continuação começa com Pepper e Tony mais ou menos como os deixamos no primeiro filme, há uma certa tensão, mas eles continuam assistente e patrão. Mas Pepper recebeu uma oferta tentadora. Ela está progredindo profissionalmente, mas ao mesmo tempo se sente ameaçada pela nova assistente dele, vivida por Scarlett Johansson, e a situação fica ainda mais divertida de atuar".


Perguntada sobre o figurino da Viúva Negra, Johansson foi direto ao ponto: "O uniforme é... apertado. É sexy e ao mesmo tempo utilitário. Uma S.W.A.T. sensual. Nos quadrinhos ele é mais irreal, então tentamos dar a ele um certo realismo nos materiais, do contrário ele não seria funcional e eu não conseguiria fazer algumas das cenas - eu sou do tipo que gosta de ver os rostos dos atores em cenas de ação, então dispensei os dublês em várias delas, treinei e me preparei bastante para o filme".

Homem de Ferro 2 estreia em 7 de maio de 2010.

Smallville 9x03# Rabid - Trailer Legendado

video

Agradecimentos especiais a equipe InSUBs.



ZOD SOLTA UM VÍRUS EM METROPOLIS - Zod (Callum Blue) e seus soldados soltam um vírus no ar que transforma humanos em zumbis. O único jeito de parar o vírus é fazendo um antídoto do sangue de outro kryptoniano. Depois de Lois (Erica Durance) ser infectada, Chloe (Allison Mack) pede para Clark (Tom Welling) pra doar seu sangue e acabar com a epidemia, embora tenha o risco de revelar-se pra Zod. Michael Rohl dirigiu o episódio escrito por Jordan Hawley.

segunda-feira, 5 de outubro de 2009

[Review] Smallville 9x02# Metallo- By Isma-El



Não me estenderei muito nesse review, até porque a Yasmin já fez um ótimo trabalho! :D

Expectativas, ansiedades. Tudo isso é deixado de lado. Porque, enfim, o episódio foi ao ar e pudemos conferir tudo com nossos próprios olhos.

Não foi melhor que "Savior", mas nem por isso foi ruim. DE MANEIRA NENHUMA!
"Metallo" deu continuidade à excelente forma desta temporada. Desde a produção, direção, interpretações, enredo. Estava tudo ok, em perfeita qualidade.

O episódio já começa na Fazenda Kent. Lois vai até lá para verificar se Clark já voltou da sua "viagem". Ela encontra tudo, aparentemente, abandonado (e empoeirado!), até se deparar com Shelby! E ela fica tão feliz ao vê-lo! (Uhuu, a produção da série, enfim, se lembrou do animal rsrs - mas vem cá, Lois não era alérgica a ele!?) Ela até encontra o pote com ração do cachorro e pensa que Clark está de volta, quando seu telefone toca. John Corben está nas ruas, frente a uma ocorrência policial, onde criminosos estão presos numa grade. Mais um salvamento do Sr. Borrão. Bem, não é assim que Corben pensa. Para ele, essa é mais uma atitude exibicionista de um vigilante irresponsável egocêntrico. E como é lindo ver Lois defendendo o 'Blur' e cortando o barato do Corben rsrs Mas o que será que move esse ódio do repórter pelo suposto 'herói'? Não sabemos, mas ele puxa uma foto de uma garota, que parece ligada a ele. Seja qual for a razão dessa antipatia, está ligada a garota da foto! E essa mesma foto será a responsável por todo o desenvolvimento desse episódio, a razão, o clímax deste evento tão aguardado, estopim de mais uma aventura do nosso Sup....ops, digo, do nosso Borrão! ;D











Um vento leve. O suficiente para arrancar a foto das mãos de Corben. Corben atravessa a rua para recuperá-la, mas um caminhão sela o destino do personagem. Sela esse momento e dá início a outro. Um acontecimento que dará vazão para este episódio. Vemos Corben totalmente ensanguentado no chão, em cortes de tomada, que nos passam uma angustiante aflição ao testemunhar o ocorrido. Flashes. E no instante seguinte John acorda num apartamento abandonado. Totalmente desnorteado, sem saber onde está e o que o trouxe ali. Os aparalhos a sua volta indicam uma cirurgia. ALgo aconteceu ali. Corben sente-se estranho e descobre que ele não é mais o mesmo. Braços robóticos e um... coração de kryptonita! A cena lembra muito "Homem de Ferro", mas aqui a cena é ainda mais angustiante. Como e por que isso aconteceu?
Testemunhamos o nascimento de um novo vilão....(e como isso me lembra Darth Vader! rs)

Aqui estamos....uma das melhores cenas do episódio. Filmagem excelente! Numa nova tomada do Planeta Diário, temos um close do globo do jornal, seguindo o movimento da câmera que desce a visão do prédio, até chegar n'outra parte, onde vemos o guardião de Metrópolis, no alto prédio, de frente para o sol que ilumina a cidade. O Blur utilizando a mega-audição para ouvir os cidadãos, e assim verificar se alguém precisa de ajuda. Uma linda cena. Nota 10.



Lois continua a ter aqueles sonhos estranhos, onde ela se vê com Clark, e agora uma cena adicional: um pedaço de pano rasgado com o símbolo do Borrão, numa estaca, cravada numa poça de sangue. É demais para a moça, que acorda em seu apartamento...ou melhor, é acordada por Shelby. Mais uma vez, a pergunta: Lois não era alérgica ao cachorro? Chloe vai vizitar a prima e encontra o cãozinho de Clark, o que a deixa surpresa. Lois justifica que foi até a fazenda verificar se Clark já tinha voltado e trouxe Shelby. Chloe dá cobertura ao amigo, inventando que é ela quem tem alimentado Shelby durante a ausência de Clark, e insinua que Lois está com saudades. Mas a repórter afirma que isso não tem a ver com saudades, apenas porque ela não aguenta o novo repórter em frente a mesa dela....aham <>cof* cof*<>.
E coitada <>cof*<> da Chloe, quando Lois conta que o Borrão ligou para ela de novo, sendo que as vezes não se trata de trabalho, mas sim apenas para conversar. Isso seria um balde de água fria na loirinha, mas a prima despeja um oceano nela quando conta que o Borrão parece querer se abrir apenas com ela. Uau...essa doeu fundo na alma da srª Chloe Sulliva. (Bem, se Chloe é a "Google" do Clark, é justo dizer que Lois é o MSN/Twitter do herói kkk)

E instantes depois, Clark (ou o Borrão) chega à fazenda e encontra seu cachorro. Nota-se perfeitamente o carinho do herói por seu animal de estimação, o que de certa forma não é contra seu novo código de conduta?! E eis que surge Chloe. A loirinha já chega armada e mete a bronca no herói, fazendo um discurso sobre responsabilidade!

CHLOE: Lois passou por aqui e encontrou Shelby sozinho com o prato cheio de comida. Não se preocupe, te dei cobertura. Mas você deveria saber que está na mira dela.
CLARK: Obrigado, Chloe. Prestarei mais atenção na próxima vez.
CHLOE: Vestido assim? Clark, e se eu fosse a Lois? Ela veria você assim e descobriria que Clark Kent é o Borrão.
CLARK: Eu te disse, não existe um Clark Kent.
CHLOE: Com todo respeito ao seu nome krypttoniano, mas voltar para alimentar o cachorro é muito humano.



Parece que o Borrão também precisa cuidar de si mesmo daqui pra frente! E essa Chloe...apesar de tudo, sempre cobrindo os rastros de Clark, e provando ser uma boa amiga. Não é segredo a ninguém aqui que não gosto da personagem, mas admiro muito essa relação de amizade deles. Uma amizade pura, verdadeira, que beira ao amor fraterno, como vimos em "Abyss" (8x09) e "Beast" (8x20). Aliás, uma das coisas que mais admiro em Smallville é a forma como retratam os relacionamentos, tomando como exemplo também o amor familiar entre Clark e seus pais, nas primeiras temporadas. Eu adorava aquilo!

Mas não pára por ai. Chloe ainda repreende o herói por dar às costas aos demais laços humanos, mas sempre fazendo exceção quando se trata de Lois. Nessa parte, Clark (digo, o Borrão) tem razão ao afirmar: "Chloe, você está levando isso muito pro lado pessoal!" Bem, nessa questão acho que ambas as partes tem seus erros. Se por um lado Chloe tem razão sobre Clark ser cuidadoso, ela exagera e beira a obssessão exigindo atenção para ela. Mas se Clark tem razão em dar bronca nela por isso, peca no fato de estar abrindo mão de uma amiga que se preocupa por ele e sempre esteve ao seu lado. E agora?

Nova tomada do Hospital Geral de Metrópolis. Uhuu. A equipe técnica tá aprendendo! rsrs Como é bom ver um hospital repleto de gente!....ok, desculpa a redundância ou a ironia macabra rsrs mas é fato de Smallville está apostando novamente em cenários mais caprichados, inserindo também mais coadjuvantes em cenas, o que dá um brilho especial à cena. Dr. Hamilton...nos quadrinhos ele é um cientista, mas aqui ele parece desempenhar duas funções: cientista e médico (ok, três funções se contarmos o horário extra na Torre de Vigilância!). Paramédicos chegam trazendo um paciente muito "especial". John Corben, agonizando na pior "experiência" de sua vida (ok, foi mal a ironia de novo...isso me persegue kkk).
Mas quando Hamilton vai examiná-lo, descobre o Homem de Ferro....ops, digo um coração de kryptonita em seu peito. E segundo ele, é impossível removê-lo, já que é isso que o está mantendo vivo. Ok, apliquem o sedativo. Oh não, péssima idéia! Corben revolta-se e atira um dos enfermeiros contra uma vidraça, despedaçando-a totalemente. Uhuu, essa cena do hospital é f###! Corben levanta-se da maca e Hamilton tenta aplicar-lhe o sedativo, mas o cyborgue empurra o médico/cientista para longe, e em seguida foge.






Ok, aqui a situação de Corben se complica. Ele está desnorteado, sem rumo, e com essa força adquirida representa uma ameaça para os outros e até para ele mesmo. É a kryptonita, que está afetando o seu cérebro, e isso eleva a sua antipatia pelo Borrão ao estágio do oódio, quando enxerga um "S" na rua. Corben sabe o que tem de fazer. Ele irá usar esse "dom" para matar o misterioso vigilante. Nasce Metallo!

Enquanto isso, o Borrão busca informações no hospital.

<> Pausa <>

HAhahahahahaha....não tem como não rir dessa cena! Hamilton numa sala hospitalar, quando o herói chega supervelozmente, causando um vento forte, que quase mata o médico do coração (olha a redundância aí de novo rsrs)



HAMILTON: Sei que a Chloe levou anos para se acostumar com as suas entradas.

Uma das melhores cenas do episódio, e por que não; uma das mais engraçadas da série ;D

<> O 'Blur' ficou sabendo do ocorrido pelo rádio da polícia e Hamilton compartilha o exame de raio-x do paciente. É algo que lembra as antigas experiências de Lex no Nível 33.1 (vide a 6ª temporada). Mas dessa vez, é algo pior. E só uam pista: um chaveiro dado a todos os novatos do Planeta Diário. E dessa vez há uma desvantagem para Clark. Sabendo disso, o herói decide usar de sua amizade com o doutor para lhe pedir um favor.
Muito legal isso, embora nunca tenha ficado exatamente claro COMO Hamilton conhece o segredo de Clark, sendo que ele apareceu pela primeira vez, numa ponta em "Bulletproof" (8x12) quando Clark e Oliver investigavam o atentado contra o Marciano, e logo depois em "Beast" (8x20) e "Injustice" (8x21), onde ele ajudou Chloe num, e no outro estava auxiliando Clark, mas não parecia conhecer seu segredo.... É, vai entender :P

Enquanto isso, Lois vai tirar satisfações com Tess. Isso mesmo, afinal, a briga delas em Doomsday (8x22) ficou pendente. Mas Lois não veio para brigar. Pelo contrário, a repórter usa de sua elegância, insinuando revelar o plano diabólico da empresária caso ela TENTE impedi-la de voltar ao Planeta Diário. Isso aí, dá-lhe Lois! E agora que está tudo acertado, a quem o Borrão recorre? ...Ah, claro, a nossa magnífica... "Lois Lane, a sua 1ª opção de informação" ;P
O 'Blur' compartilha a informação do chaveiro. Lois se dispõe a ajudar e a cena seguinte deixou qualquer fã-Clois surtado, quando eles marcam um horário para ela contar o que descobriu.

CLARK: Então eu te ligo na nossa cabine telefônica.
LOIS: Então também pensa nela como "nossa cabine telefônica"?




Em seguida, o que Lois faz? Sai de repórter em repórter especulando para descobrir quem perdeu as suas chaves rsrs E como brilham os olhinhos dela em ajudar o Borrão. Até que John Corben reaparece no Planeta Diário, e ele não parece nada amigável. (Bem, e quando ele foi?) Lois tenta conversar com o colega, mas parece que dessa vez o Sr. Anti-Blur não está para gracinhas. Ele quer muito localizar arquivos sobre o vigilante e perder a paciência quando não consegue acesso. É ai que Lois descobre que ele É o responsável pelo ataque no hospital, quando o mesmo pede suas chaves emprestadas. Lois banca a ingênua, empresta-lhe as chaves e corre até a cabine telefônica. O Borrão faz contato e Lois solta a bomba: "Eu sei quem é. Seu nome é John Corben". E basta isso para o telefone ficar mudo e Lois desaparecer. Clark/Blur corre até a cabine e ao ver manchas verdes, percebe que Metallo a levou.





Hora de pedir ajuda à Miss Google Girl...digo, à amiga de todas as horas, Chloe Sullivan. Lois está em perigo e para salvá-la, melhor deixar as diferenças de lado.
Descobre-se sobre a irmão de Corben, Rebecca. Ela morreu há alguns meses, assassinada em seu próprio apartamento em Metrópolis, enquanto John estava cobrindo uma matéria no Afeganistão.

Clark/Borrão corre até o antigo apartamento de Corben, onde o vilão já deixou Lois incosciente. E que pancada! Metallo incorpora todo o seu ódio pelo herói e põe em xeque uma questão já debatida nos quadrinhos do Superman, e que pode ter ligação com essa atual fase de Clark. Quem lhe dá direito de usar uma fantasia e agir por cima da Lei? Quem lhe deu direito de interferir em outras vidas? Uma questão que fez o Borrão pensar. E Corben cospe o fato da irmão ter sido morta por um bandido que estava dentro de um ônibus, o qual o Borrão evitou um acidente.
Isso deixou uma enorme cicatriz emocional em Corben. Um sentimento de ódio que alimentou uma vingança dentro de si. ALgo tão ou mais venenoso que a kryptonita que bombeia sua nova vida! E é de se aplaudir a excelente atuação de Brian Austin Green, que encarnou um perfeito vilão, o cara certo para fazer Metallo. Alternou do moço sorridente para um fanático violento em questão de minutos. Dramaticidade na medida certa! Chega a hora do acerto de contas. Mas Clark tem uma carta na manga...ou melhor, uma granada de pulso eletromagnética (cedida por Hamilton) que, arremessada por Clark, causa um efeito enérgico, paralisando todo e qualquer tipo de energia elétrica num raio de 45km. E isso basta para desligar os controles de Metallo, que cai desacordado. Clark/Blur caminha até Lois, mas não contava com a recuperação de Metallo, que se ergue e arremessa o herói do outro lado do prédio. E a vingança de Corben toma novas proporções: ele tirará algo importante (Lois) do Borrão, para que ele saiba o que lhe fez passar. Ah, mas isso é mexer com Clark. O Borrão se levanta e utilizando uma chapa, aquece-a com sua visão de calor, em seguida, correndo até o vilão, tapando-lhe o coração verde. Metallo arrnca a chapa, mas seu coração de kryptonita sai junto, tirando-lhe a "vida" que lhe foi dada. Mas será esse o fim de Metallo? Hum...









O Borrão se aproxima de Lois. Momento onde o herói demonstra mais uma vez que ainda há sentimentos nessa carcaça kryptoniana. Corpo de aço, corãção humano. E quando Lois acorda, o Borrão já se afastou. Ela o vê, ao longe, nas sombras, e pede que ele lhe deixe ver seu rosto. É notável a vontade de Clark em mostrar seu rosto, mas algo o impede (talvez, experiências do passado) e ele recua, saindo supervelozmente.

A boa notícia é que Clark Kent está de volta ao Planeta Diário. Ele chega e vê Lois olhando para a placa de identificação dele no jornal.

CLARK: Acho que vou precisar disso.

O suficiente para Lois reconhecer a voz e imediatamente correr até o amigo e abraçá-lo. Uma bela cena. Clark chega até a ficar sem jeito com o abraço, mas é algo que ele valoriza e sente-se contente. Isso até a antiga Lois Lane voltar à ativa:



LOIS: Só porque o cara que ficou no seu lugar era um psicopata. Caso contrário de tão ocupada, nem teria notado a sua ausência.
CLARK: Também senti sua falta, Lois.

E assim, nossa dupla favorita retorna ao seu lugar devido. Lois senta-se sobre a mesa e conta sua história com o Borrão, sob um olhar atencioso de Clark Kent. É essa parceria que tanto nos cativa e admiramos. E é isso que devetemos ter mais daqui pra frente. :D

E enfim, tivemos uma resolução para o caso Clark/Chloe. Clark parece ter reconhecido sua falta e admite a Chloe que errou com ela. Justo, só espero que loirinha também se comporte daqui pra frente!

O episódio também apresentou Stuart Campbell// ou Stu (Ryan McDonell), o novo ajudante de Tess Mercer. É incrível como um mesmo personagem me lembrou tantos outros! Ah, quem aí não se lembrou dos antigos (e atrapalhados) ajudantes de Lex Luthor (vivido por Gene Hackman) nos filmes do Superman?! Ou então, alguém deve ter parado e analisado (assim como eu) que o carinha também lembrava outro personagem dos quadrinhos: Hiro Okamura. Não, não é aquele retardado da série "Heroes". Refiro-me a Hiro Okamura, um adolescente japonês que é um gênio da robótica, que aparece como o terceiro Homem dos Brinquedos (neto do original) em Superman#177 (fevereiro de 2002). Personalidade, características parecidíssimas. (Juro que até fiz uma pesquisa pra ter certeza que não era ele - já pensou, dois Homens-Brinquedos na série!?). Ok, mas a terceira comparação é inegável. Alguém ainda lembra de Sam Witwer (o Davis Bloome/Apocalypse da temporada passada)? Obviamente. Tem-se a impressão de que Ryan McDonell imitou todos os trejeitos de Sam, pois a atuação por vezes é igual!
Não sei se ainda veremos esse sidekick do mal, mas não gostei muito dele, não. Cara chatinho. Apesar de que o guri é esperto e descobriu a localização dos kandorianos num prédio abandonado de Metrópolis. Diga-se de passagem: o mesmo prédio onde Corben despertou após o acidente. E o que vemos são as ferramentas cirúrgicas ainda espalhadas por lá, sangue no chão. E a prova: um colar de guerra kryptoniano, que Tess encontra e o guarda em seu bolso. Vestígios de kryptonita. Teria Zod e seus asseclas alguma participação na criação de Metallo? Teriam sido eles os responsáveis? As provas e as teorias apontam para uma coisa na mente de Tess: "Eles estão próximos de recuperar os seus poderes!" ...Essa Tess sabe demais!
E, por último, Stu lhe entrega fotos tiradas por satélite, onde aparições de kryptonianos são apontadas por todo o globo, sempre deixando uma marca no local de passagem. E uma delas é um símbolo conhecido de todos, um "S". Mas ampliada, essa foto revela um novo mistério: Quem é o corpo nu, deitado no meio do símbolo?



Perguntas, teorias. Smallville deixou uma penca disso logo nos primeiros episódios. E isso é um dos pontos positivos da temporada. Resta a esses pobres mortais, de corações humanos, esperar, ansiar e surtar por respostas.



Mas acima de tudo isso, uma pergunta que não quer calar:

"Afinal, qual o nome do remédio anti-alérgico da Lois?!?"



[NOTA 9,5]